A devolução psicopedagógica é um momento muito esperado e que pode gerar muita ansiedade aos pais. Essa é a fase em que você comunica suas hipóteses sobre a criança. Pode acontecer entre a 7ª e 10ª sessão. 

É importante a presença da criança nesta etapa e também que o psicopedagogo use uma linguagem acessível e compreensível para a idade dela. 

Se o diagnóstico for de algum distúrbio como TDAH, por exemplo, é importante deixar claro para os pais que tanto o diagnóstico quanto o tratamento precisa ser multidisciplinar, o que significa envolver outras especialidades, como psicólogo, neurologista, psiquiatra, fonoaudiólogo, além é claro, do psicopedagogo. 

Quando o diagnóstico é defasagem cognitiva, o psicopedagogo deverá explicar as etapas do desenvolvimento da criança e em que nível cognitivo a criança se encontra em relação a sua idade cronológica. Deverá fazer a indicação do acompanhamento psicopedagógico e informar como será o tratamento. (Manual Prático do Diagnóstico Psicopedagógico Clínico, pág. 157). 

Roteiro para a devolução psicopedagógica

Crie um roteiro. Inicie abordando os seguintes aspectos:

  •  cogntivos
  • pedagógicos
  • orgânicos
  • afetivos
  • sociais

É importante começar pelos aspectos mais positivos do pacientes, para que o mesmo se sinta valorizado. Depois deverão ser mencionados os pontos causadores dos problemas de aprendizagem. E posteriormente, as recomendações necessárias.

Informe Psicopedagógico

O informe é um documento escrito com o relado do resultado do diagnóstico. Eu costumo colocar uma data de validade a este documento, ressaltando a importância de fazer uma reavaliação da criança com o intuito de evitar rótulos. Sempre digo que a criança está com e não que ela é.

Muitas vezes esse informe é solicitado pela escola para que,  por meio dele, os professores possam desenvolver melhores estratégias para trabalhar com o aluno. 

Após a devolução, havendo a necessidade do acompanhamento psicopedagógico, o psicopedagogo deverá realizar o enquadramento para o tratamento, definindo horário, honorários, frequência e estratégia a ser utilizada.  


What's Your Reaction?

divertido divertido
1665
divertido
inspirado inspirado
1332
inspirado
feliz feliz
666
feliz
oh meu Deus oh meu Deus
2997
oh meu Deus
motivado motivado
1998
motivado
gostei gostei
333
gostei
Juliana Palma

Pedagoga, Psicopedagoga, Psicomotricista e Ma em Educação. Acadêmica do curso de Psicologia na Universidade São Franciso. Analista Comportamental e Terapeuta em ABA. "Descobri o TDAH aos 33 anos e hoje me dedico a ajudar outros adultos na avaliação e na intervenção do transtorno." Atendo crianças, adolescentes, adultos e idosos em seu espaço psicopedagógico online e na cidade de Bragança Paulista.

0 Comments

Leave a Reply