Tanto o psicopedagogo quanto o neuropsicopedagogo são profissionais responsáveis por compreender o processo de aprendizagem que atuam na investigação e intervenção dos processos de aprendizagem, com suas bases na Psicologia e Pedagogia e nas áreas da Neurociências utilizando  protocolos de avaliação embasados nos achados da Neurociência para seu processo de investigação (RUSSO, 2020).

A avaliação psicopedagógica pode levar de três a sete sessões, que podem variar de 50 minutos às 13h30. No entanto, é aconselhável utilizar um período de 50 minutos a 1 hora para evitar a fadiga do sujeito. O número de sessões varia porque pode haver diferentes níveis de dificuldade entre os indivíduos: quanto maior a dificuldade do avaliado, mais tempo levará para realizar os testes pretendidos.

A escolha do uso de certas ferramentas será baseada nas perguntas introdutórias feitas na anamnese, graças às quais o especialista fará certas hipóteses. Em conexão com a anamnese, o profissional pode realizar uma pesquisa com os especialistas da escola para verificar como a escola “vê” seu aluno, chama a atenção para suas dificuldades e seu potencial.

Os protocolos utilizados para o processo de avaliação devem ser compostos por instrumentos que avaliem leitura, escrita, matemática, atenção, memória, função executiva e outras habilidades cognitivas relacionadas à aprendizagem.

Existem muitos fatores que podem afetar o processo de aprendizagem de uma pessoa. Dentre tais fatores podemos destacar problemas ambientais, neurológicos, biológicos, genéticos, etc. Por isso, é de extrema importância realizar um levantamento do desenvolvimento do sujeito, por meio de anamnese (aquele questionário longo que vocês preencheram sobre o desenvolvimento de seus filhos). É através da anamnese, que o profissional (psicopedagogo ou neuropsicopedagogo) passa a compreender o indivíduo em termos da família, do ambiente em que o indivíduo está inserido e do que se trata a real queixa. 

QUAIS SÃO OS TESTES QUE O PSICOPEDAGOGO E O NEUROPSICOPEDAGOGO REALIZAM?

A avaliação psicopedagógica/neuropsicopedagógica compreende todos os aspectos do neurodesenvolvimento da criança de forma qualitativa e quantitativa. Ela está subdividida em: 

  • Avaliação do desenvolvimento
  • Avaliações cognitivas
  • Avaliações de sondagens matemática, escrita e leitura
  • Anamnese
  • Devolutiva

Testes de Desenvolvimento

  • SRS-2 – Destinado a crianças acima de 24 meses até adultos de 70 anos, o teste tem o objetivo de mensurar sintomas associados ao Transtorno do Espectro Autista (TEA), bem como a classificá-los em níveis leves, moderados ou severos. Sua avaliação se faz de forma global e específica, já que agrupa os sintomas em subcategorias (Escalas Compatíveis ao DSM-5 e Subescalas de Intervenção). Modo de aplicação – Online no consultório com o acompanhamento do profissional. 
  • ETDAH: A Escala de Autoavaliação do TDAH – Versão para Crianças e Adolescentes (ETDAH-CriAd) foi desenvolvida para trazer o entendimento da própria criança e do adolescente (com idades entre 6 e 15 anos) a respeito dos possíveis prejuízos de atenção, hiperatividade / impulsividade, bem como a intensidade do prejuízo (moderado ou grave). Modo de aplicação – No consultório com o acompanhamento do profissional. 
  • ETDAH: A Escala de Avaliação de Comportamentos Infantojuvenis no Transtorno de Déficit de Atenção / Hiperatividade em Ambiente Familiar – Versão para Pais (ETDAH-PAIS) foi desenvolvida para avaliar os comportamentos infantojuvenis (em crianças e adolescentes com idades entre 2 e 17 anos) em ambiente familiar, tendo os pais como fonte de informação, no entendimento dos possíveis prejuízos de atenção, hiperatividade e impulsividade, dificuldades emocionais e comportamentais, bem como a intensidade do prejuízo existente (moderado e grave). Modo de aplicação – No consultório com o acompanhamento do profissional. 

Testes Cognitivos

QUANTO CUSTA UMA AVALIAÇÃO PSICOPEDAGÓGICA?

Segundo a Sociedade Brasileira de Neuropsicopedagogia, os valores da avaliação tem uma variação entre R$800,00 a R$1.200,00 (de 3 a 4 sessões de 1h e 1/2 para elaboração de relatório. Normalmente é solicitada por profissionais da saúde para fechamento de diagnósticos). No entanto, esses valores podem variar, dependendo da região e do profissional.

É a partir da avaliação psicopedagógica/neuropsicopedagógica que o profissional vai definir quais serão as próximas estratégias para ajudar no desenvolvimento das habilidades que a criança necessita e também fazer os encaminhamentos necessários a outros profissionais, incluindo para o neuropsiquiatra ou psiquiatra, em casos de hipótese diagnóstica de autismo ou outros transtornos do neurodesenvolvimento. 


What's Your Reaction?

divertido divertido
2331
divertido
inspirado inspirado
1998
inspirado
feliz feliz
1332
feliz
oh meu Deus oh meu Deus
333
oh meu Deus
motivado motivado
2664
motivado
gostei gostei
999
gostei
Juliana Palma

Pedagoga, Psicopedagoga, Psicomotricista e Ma em Educação. Acadêmica do curso de Psicologia na Universidade São Franciso. Analista Comportamental e Terapeuta em ABA. "Descobri o TDAH aos 33 anos e hoje me dedico a ajudar outros adultos na avaliação e na intervenção do transtorno." Atendo crianças, adolescentes, adultos e idosos em seu espaço psicopedagógico online e na cidade de Bragança Paulista.

0 Comments

Leave a Reply