Definimos dislexia como um distúrbio do desenvolvimento e aprendizagem caracterizado por dificuldades na leitura, escrita e, em alguns casos, na fala. Quais são os sintomas gerais da dislexia? Pessoas com diagnóstico de dislexia podem confundir a ordem das letras, números e até combinar letras de uma maneira diferente, de modo que acabam formando uma palavra diferente.

Neste artigo oferecemos 10 testes para detectar corretamente a dislexia , desta forma, poderá encontrar o melhor tratamento para poder tratar este distúrbio  a tempo.

Como detectar dislexia

Como posso saber se tenho dislexia ou se meu filho ou filha pode ter esse transtorno? Por meio de uma avaliação abrangente que inclui vários testes para detectar a dislexia. Os testes e critérios de diagnóstico que oferecemos a seguir são frequentemente usados ​​na avaliação de crianças e adolescentes, no entanto, esses testes podem ser realizados em um adulto, embora os resultados sejam um pouco menos confiáveis. A seguir, veremos 10 exercícios para detectar dislexia em crianças e adultos :

1. Exercícios de compreensão de leitura

A compreensão da leitura em crianças e adultos com dislexia pode ser afetada adversamente. Para descobrir se alguém tem dislexia, você pode administrar um texto com perguntas de compreensão no final.

2. Contas simples de matemática

Por confundir a ordem dos números e ter dificuldades de memória, as pessoas com esse transtorno geralmente têm dificuldade em resolver problemas matemáticos. Para o seu diagnóstico, é importante observar se eles usam os dedos para fazer as contas ou se perdem em operações simples e curtas.

3. Fala simples, instável e incompleta

Um critério diagnóstico para dislexia pode ser a maneira de falar. Se isso for baseado em frases curtas e simples, e se o indivíduo se perder tentando criar uma frase mais complexa, a pessoa que está sendo avaliada pode precisar ser avaliada para dislexia.

4. Problemas de concentração

Essa característica costuma estar associada a crianças com TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade), porém, se você observar dificuldades em manter a atenção juntamente com outros critérios já citados, é possível que o problema a ser tratado esteja mais relacionado à dislexia. 

5. Problemas para lembrar palavras ou dados corretamente

Nesse caso, um exercício para detectar a dislexia em um indivíduo pode ser fazê-lo lembrar de uma sequência simples de cinco números ou mostrar uma fotografia com uma série de objetos e pedir-lhe que memorize o máximo possível.

6. Exercício de reconhecimento

Para esse sinal de dislexia, um teste rápido de nomenclatura deve ser feito. Isso se baseia na administração de uma série de estímulos visuais e no pedido ao indivíduo para nomear tudo o que pode reconhecer.

7. Nível de consciência fonológica

Outro teste para dislexia é avaliar a consciência fonológica. Essa habilidade é considerada uma das bases da leitura, portanto, uma pessoa com dislexia apresentará um baixo nível de consciência fonológica. Como o próprio nome sugere, isso é definido como a capacidade de detectar sons ou fonemas em um texto.

8. Teste de consciência fonética

Os testes de consciência fonética são baseados em fazer com que a pessoa com possível diagnóstico de dislexia detecte um som (fonema) no meio de uma série de palavras. Por exemplo, peça a ele para encontrar o som “é” na palavra “exército”.

9. “Ataque de palavras”

A decodificação é definida como a capacidade de pronunciar palavras e associar um símbolo (letra) a um som (fonema). Outro teste para detectar a dislexia é o “ataque de palavras”, que consiste em pedir à pessoa que decifre ou pronuncie novas palavras para ela.

10. Problemas físicos e / ou médicos

O diagnóstico de dislexia também está relacionado a alguns distúrbios psicomotores, como desequilíbrio, má coordenação, tonturas frequentes … Para detectá-los será importante a realização de um exame médico complementar.

Quem diagnostica dislexia?

Como discutimos anteriormente, a dislexia é definida como um distúrbio de desenvolvimento e aprendizagem. Portanto, os especialistas responsáveis ​​pelo diagnóstico da dislexia serão psicopedagogos, psicólogos, fonoaudiólogos e até neurologistas . A esses profissionais cabe fazer uma avaliação correta de acordo com os critérios de diagnóstico médico da dislexia.

A importância de ir ao especialista também reside no fato de que, muitas vezes, a dislexia pode ser confundida com disgrafia . Esta última é uma dificuldade de aprendizagem característica da população infantil e é definida como uma dificuldade no ato físico de escrever.

Tratamento de dislexia

De muitas associações e grupos, mais rigor e melhor tratamento são solicitados a fim de oferecer uma terapia eficaz às pessoas com dislexia. Portanto, se você acha que pode ter esse transtorno de desenvolvimento ou alguém próximo a você pode ter, é importante consultar um especialista para realizar os exames e testes necessários para detectar a dislexia.

Uma vez diagnosticado, o tratamento da dislexia se baseará no fornecimento de ferramentas de educação especial, como reforço de estudo, programas de leitura, exercícios de memória suplementares e problemas matemáticos. O ensino da criança com dislexia será baseado em uma estrutura eclética e multissensorial, abrangendo, assim, todas as áreas afetadas por esse distúrbio de aprendizagem.


What's Your Reaction?

divertido divertido
1332
divertido
inspirado inspirado
999
inspirado
feliz feliz
333
feliz
oh meu Deus oh meu Deus
2664
oh meu Deus
motivado motivado
1665
motivado
gostei gostei
3330
gostei
Juliana Palma

Pedagoga, Psicopedagoga, Psicomotricista e Ma em Educação. Acadêmica do curso de Psicologia na Universidade São Franciso. Analista Comportamental e Terapeuta em ABA. "Descobri o TDAH aos 33 anos e hoje me dedico a ajudar outros adultos na avaliação e na intervenção do transtorno." Atendo crianças, adolescentes, adultos e idosos em seu espaço psicopedagógico online e na cidade de Bragança Paulista.

One Comment

Leave a Reply