A psicomotricidade ajuda a restaurar uma integração perceptivo-motora prejudicada por uma deficiência usando diferentes tipos de métodos de consciência corporal. O objetivo do tratamento é apoiar o paciente e sua família a compreender e lidar com sua deficiência e, assim, permitir que eles pertençam plenamente à sociedade.

O psicomotricista intervém nas deficiências motoras (hemiplegia, paralisia cerebral …), distúrbios mentais (síndrome genética, síndrome de down …), distúrbios comportamentais (autismo, depressão, agressividade …) e polivalência .

Usando diferentes ferramentas para criar várias experiências corporais, a psicomotricidade tenta ajudar seus pacientes a recuperar seu corpo “machucado” e, assim, desenvolver habilidades motoras e cognitivas. O terapeuta usa essas experiências para criar relacionamento. As mediações utilizadas são várias: via motora, relaxamento, terapia tátil, brincar de papel, jogos …

Terapia Psicomotora em Crianças e Adolescentes

É muito importante para criar um ambiente onde as crianças possam vivenciar cada um dos marcos do desenvolvimento. O terapeuta estará aqui para estimulá-lo a impulsionar um movimento ou ajudá-lo a realizar um movimento difícil devido à sua deficiência. Na verdade, essas experiências são essenciais para desenvolver uma forte auto-estima, mas também para apoiar o crescimento das habilidades cognitivas. Por exemplo, para entender o conceito de espaço e tempo, a pessoa precisa sentir o que significa estar “em” algo, “próximo a”, esperar sua vez, terminar algo antes de começar outra coisa …

Terapia Psicomotora em Adultos

Para adultos com deficiência, a psicomotrocidade ajuda a restaurar a consciência corporal. O relaxamento pode ser uma boa ferramenta a ser usada para ajudar a combater seus medos e a ligação da angústia com a deficiência. Aquathearapy é um grande trunfo para sustentar a autonomia e autoestima.


What's Your Reaction?

divertido divertido
1665
divertido
inspirado inspirado
1332
inspirado
feliz feliz
666
feliz
oh meu Deus oh meu Deus
2997
oh meu Deus
motivado motivado
1998
motivado
gostei gostei
333
gostei
Juliana Palma

Pedagoga, Psicopedagoga, Psicomotricista e Ma em Educação. Acadêmica do curso de Psicologia na Universidade São Franciso. Analista Comportamental e Terapeuta em ABA. "Descobri o TDAH aos 33 anos e hoje me dedico a ajudar outros adultos na avaliação e na intervenção do transtorno." Atendo crianças, adolescentes, adultos e idosos em seu espaço psicopedagógico online e na cidade de Bragança Paulista.

0 Comments

Leave a Reply